Tio Tito e a Internet

O ano era 1984.

Então com 18 anos e trabalhando na empresa de serviços gráficos do meu irmão Teodoro, estava feliz com o desempenho de uma nova função: operador de composer IBM. Para quem não sabe, este era o nome da então função de datilógrafo de máquina de escrever eletrônica. Como o teclado era muito suave, conseguia “sapecar” 480 toques por minuto, pouco se comparado aos 900 tpm de Teodoro. O resultado da digitação eram tiras e tiras com textos blocados, alinhados à esquerda ou à direita. Na época não existia computador pessoal nem editor de textos. A digitação era direta. Utilizando esferas com fontes diversas, imprimíamos nestas tiras os textos que seriam utilizados em artes-finais. Era um trabalho até bem remunerado, considerando-se seu aspecto mecânico.

Pois bem, naquele ano estava de férias em Abadia dos Dourados, cidade mineira com cerca de 5.000 habitantes, visitando meu tio Indalécio, carinhosamente chamado de tio Tito, na casa de seus 60 anos. Em sua simplicidade, ele sempre me oferecia amendoim, pois sabia que eu gostava. Sujeito amável, tranqüilo e brincalhão, tio Tito, certo dia, ao saber de minha nova profissão, pediu-me que lhe escrevesse uma carta, não manuscrita, mas sim digitada na Composer IBM. Fiquei animado com o pedido e lhe prometi que faria tão logo chegasse em Brasília.

O tempo passou e não enviei a carta para ele. Um ano depois, recebi a notícia de seu falecimento. Bateu-me o remorso e lamentei não ter lhe enviado a carta. Tio Tito sequer sabia como era a máquina, mas achava moderna e legal a minha profissão. Hoje, certamente ele teria me pedido um simples e-mail, para enviar ao seu vizinho ou mesmo o computador de seu filho, quem sabe.

Assim como ele, muitas pessoas queridas se foram antes que existisse o computador pessoal, ou mesmo a Internet. Penso que talvez teria me comunicado melhor e com mais freqüência com estas pessoas. Mas a verdade é que procurei conviver ao máximo com umas e menos com outras. É preciso saber conviver e não deixar para depois o que prometemos para quem a gente gosta. A lição é dura, mas nunca é tarde para corrigir o rumo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s