Trabalhadores informais: lucro hoje, prejuízo amanhã

olho

A contratação informal, infelizmente, ainda é uma realidade no meio empresarial brasileiro. Em meu trabalho como consultor, deparo-me frequentemente com empresários que lançam mão deste expediente para reduzir seus custos. Mas isto pode ser, a longo prazo, uma bomba-relógio para as finanças de sua organização.

Normalmente, a contratação informal dar-se-á por uma relação de confiança estabelecida entre patrão e empregado. Este tipo de acordo, embora comum, é ilegal. Caso a relação de trabalho se estenda por alguns anos, os direitos trabalhistas irão se acumular e representar um grande passivo para o empresário. Neste contexto, o gestor dependerá da “boa-vontade” do funcionário em não denunciá-lo às instâncias trabalhistas.

Se este é o caso dos funcionários de sua empresa, sugiro que repense esta estratégia de recursos humanos. Embora seja aparentemente sedutora, esta alternativa pode se revelar o estopim da falência da empresa, no futuro. Isto porque, enquanto contratado, o funcionário pode até admitir esta situação, mas uma vez demitido, seguramente lançará mão de recursos judiciais para receber todos os direitos assegurados pela Consolidação das Leis do Trabalho.

O melhor a fazer, se esta é sua situação, é redimensionar sua força de trabalho e ajustá-la dentro dos parâmetros da legislação trabalhista. Se necessário, reduza sua equipe e formalize os empregados remanescentes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s