Conar acerta na mensagem, mas ofende palhaços

O novo comercial do Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária – CONAR, intitulado “palhaço”, alerta para os comerciais enganosos, a partir da desconstrução da estratégia de atratividade daquele artista junto ao público infantil.

Na peça publicitária, um pai de família indigna-se com o nome do palhaço (“peteleco”), acusando-o de fazer apologia à violência, bem como de utilizar cores fortes para despertar a atenção do público infantil.

Inicialmente engraçado, o comercial dá o recado sobre a missão do CONAR, mas de forma agressiva ofende o imaginário infantil sobre uma classe circense que cada vez mais vai sendo afastada de seu público. Peças como esta do CONAR apenas acentua esta distância, embora não pretendesse ofender a classe dos palhaços.

Se eu fosse um baixinho, me sentiria mal com este comercial e veria cair por terra o imaginário de alegria e humor que cerca a relação circo-criança.

Desta vez, a ALMAP-BBDO errou na mão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s