Shoppings são novo alvo de ações anti-desigualdade

rolezinho

Os movimentos coletivos que recentemente tem ocorrido em shopping centers do país e abordados pela mídia, os chamados “rolezinhos”, representam uma nova realidade com a qual aqueles templos de consumo terão que enfrentar.

Uma corrente ideológica afirma que estes movimentos visam denunciar a desigualdade social. Para eles, nada melhor que realizar estes movimentos em uma das principais mecas do capitalismo, os shopping centers.

Outra corrente, a empresarial, vê nos “rolezinhos” uma ameça a seus negócios, e acreditam que devem ser protegidos dos arruaceiros pela justiça e a polícia.

Acredito que estejam ocorrendo muita distorção na compreensão sobre estes movimentos. Os “rolezinhos” são, inicialmente, uma manifestação coletiva que tem origem em redes sociais como quaisquer outras. Alguns manifestantes tem, sim, a nobre intenção de denunciar a desigualdade, mas outros não participam com a mesma intenção, mas sim a de praticar furtos.

O desvio da finalidade do movimento é semelhante ao que ocorreu nas manifestações de julho de 2013, quando jovens mascarados vestidos de preto, os chamados “black blocks”, aderiram violentamente à multidão que, de forma pacífica, clamava por mais justiça social.

Antes de escolher os shopping centers como alvo destas ações, os organizadores deste movimento deveriam lembrar que estes centros de consumo geram muitos empregos, principalmente destinados às classes mais pobres, como se verifica na maioria do quadro funcional do comércio das grandes cidades. Como agentes promotores da economia, os shoppings movimentam muito dinheiro e empregos, representando, para muitos integrantes das classes D e E, a chance do primeiro emprego.

Escolher os shopping centers como vilões pode gerar muita repercussão na mídia, e talvez seja isto que os organizadores queiram, mas não é a atitude mais inteligente.

Seria mais produtivo se estes movimentos concentrassem sua ação junto a quem decide as leis e buscar uma nova legislação que reduza ainda mais a desigualdade, o que já vem sendo obtido pelas as ações de inclusão social que os últimos governos tem promovido.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s