Como operar no comércio com qualidade de vida: o desafio do século

Desculpem o sensacionalismo do título, mas ele dá uma boa dimensão do drama de quem opera atualmente no comércio, especialmente na área de alimentação.

Atendendo empresários com belas histórias de sucesso, tenho convivido com um lado da história não tão feliz. Trata-se da qualidade de vida de quem opera de domingo a domingo para atender seus clientes.

Em um mundo onde os clientes querem ser atendidos a qualquer momento, é imperativo estar disponível permanentemente para suas demandas, o que, invariavelmente, sacrifica os dias reservados a descanso, especialmente o domingo, dia que reservamos para o convívio em família.

O que tenho observado é a redução no tempo do empresário em um determinado negócio. Enquanto há saúde e disposição, vejo empresários dedicando-se plenamente ao seu negócio e aos clientes. Porém, na medida em que  a saúde começa a se debilitar, a idéia de abandonar o empreendimento passa a ser considerada e executada.

O drama fica mais complexo com a não adesão dos filhos ao negócio dos pais. Sem ter como vislumbrar sucessores confiáveis, muitos empreendedores fecham seu negócio e passam a investir em imóveis como alternativa de renda e qualidade de vida.

Será que há uma solução razoável para o drama destes empresários?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s