Mudanças proporcionadas pelas impressoras 3D

Hoje continuo a abordar as impressoras 3D que viabilizaram a fabricação aditiva, termo que designa a produção de protótipos a partir da construção gradual, sem cortes.

Na minha visão, acredito, em primeiro lugar, que esta tecnologia ajudará a manter o interesse dos jovens em trabalhar na indústria. Sabe-se que o ambiente das fábricas tem sido rejeitado pela mão-de-obra de menor idade. Hoje, atraídos pela informática, muitos se dedicarão à fabricação aditiva no auxílio ao desenvolvimento de novos produtos pelas indústrias.

Além disso, os custos mais baixos na produção de protótipos irão acelerar o processo de inovação nas empresas, por reduzir os custos destas.

A produção individual de peças, até mesmo em fibra de carbono, possibilitará que uma impressora 3D possa fazer réplicas de máquinas inteiras, uma revolução sem precedentes. Se antigamente, ao precisarmos de uma peça inexistente no mercado de reposição, recorríamos ao torno, amanhã recorreremos à fabricação aditiva para produzir esta mesma peça, com maior precisão e durabilidade.

Até o mercado de brindes pode beneficiar-se desta nova tecnologia, pois imagine receber um brinde exclusivo, fabricado uma única vez, com design específico para presenteá-lo? Miniaturas de qualquer pessoa serão possíveis de ser fabricadas, criando um novo mercado.

Acredito realmente que estamos em uma terceira revolução industrial, termo cunhado pelo editor de inovação da revista The Economist, Paul Markillie.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s