…ou vai votar em Dilmastein?

Acho que eu ia esquecer da candidata petista? Pois aqui vai outra paródia publicada no Youtube associando o Halloween às eleições. Agora é a vez de Dilmastein! Assista e divirta-se!

Anúncios

Escritório de histórias: uma empresa especializada em memória

Escritório

OEscritório de Histórias é uma empresa sediada em Belo Horizonte e com filial em Brasília que se dedica ao mercado editorial, explorando um nicho interessante.

Trata-se da tarefa de produzir a biografia de pessoas comuns e também a história de empresas, onde seus profissionais coletam, fotografam, pesquisam e até entrevistam pessoas buscando informações sobre a pessoa ou corporação. Ontem tive contato com um de seus produtos ao visitar a Gráfica Coronário, que estava produzindo uma luxuosa tiragem para um dos clientes do Escritório de Histórias. O produto final é um livro bem editado e impresso, que impacta pela qualidade.

Taí um mercado para os profissionais de comunicação e – por que não? – historiadores!

Novo empreendimento da Technisa sacrificará qualidade de vida no Pistão Sul

Fotos de  TAGUATINGA SHOPPING, TAGUA LIFE, IMOVEIS TAGUATINGA, FACULDADE CATÓLICA, IMOVEIS, CASAS.

Na semana anterior, fui abordado no estacionamento dos professores da UCB por um corretor de imóveis da Lopes Royal oferecendo-me um apartamento no Taguá Life Center, novo empreendimento da Technisa em Taguatinga. Pra começar, não gostei do nome, mas vá lá! Procurei mais informações sobre o empreendimento e descobri que em frente à UCB serão construídos 1.200 apartamentos, além de 58 salas comerciais e um pequeno “shopping” com 64 lojas. Já imaginou: 1.200 apartamentos! Fazendo as contas, podemos concluir, por alto, que serão mais ou menos 3.000 pessoas circulando com seus veículos na região. O progresso deveria trazer mais qualidade de vida, não? Pois é, neste caso a ganância imobiliária provocará um transtorno sem precedente no próspero Pistão Sul de Taguatinga.

Kuat adota head dance em ação promocional

No último domingo, 17, estive em Goiânia para conhecer a famosa feira hippie, que hoje conta com mais de 6 mil expositores vendendo produtos a preços populares. Na hora do almoço, dirigi-me ao tradicional Flamboyant Shopping e surpreendi-me com a ação promocional do refrigerante Kuat na praça central. Uma equipe de promotores oferecia ao público a possibilidade de brincar com a tecnologia head dance, na qual, mediante o processo conhecido como chroma-key, a imagem da cabeça dos participantes se sobrepõe a imagens em movimento produzidas em animação (templates, lê-se “tempileits”). O resultado, invariavelmente, era divertido, pois tanto grupos de amigos, namorados e famílias se revezavam no estúdio verde para balançar suas cabeças ao som de músicas animadas e enquadrados nas imagens. Eu não podia ficar de fora. Junto com minha esposa, encarnamos “Los Lobos” e atacamos de La Bamba. Além da brincadeira, os participantes recebem, após a gravação um DVD com seu desempenho no vídeo.  Além disso, em um outro estúdio, uma fotógrafia produzia fotos que, em montagem com imagens de fundo do guaraná, eram entregues aos “modelos”. Não poderia faltar, claro, degustação do refrigerante. Sem dúvida, uma ação de marketing experimental divertida e envolvente. Pontos para a Coca-Cola Company.  A ação ficou a cargo da Dance Heads (fone: 21-2286-1978).

Êxodo rural é tabu na campanha dos presidenciáveis

Em suas campanhas, os presidenciáveis Dilma e José Serra abordam os mais diversos temas, mas um parece ser tabu: o êxodo rural. O sucesso do agribusiness, movido a base da mecanização do trabalho de semeadura e colheita, é inequívoco em termos de ganhos de produtividade. Porém, seu efeito colateral é o aguçamento de um fenômeno que começou há cinquenta anos atrás e que hoje se reflete em cidades superpovoadas, altos índices de criminalidade e sobrecarga nos serviços públicos. O silêncio dos presidenciáveis é compreensível, pois o agribusiness contribui para suas campanhas e oferece as benesses de um grande volume de exportações, o que ajudará seus futuros governos. Mas não é aceitável, pois a população do campo que migra para as cidades poderia estar desenvolvendo o campo de forma mais sustentável e com maior qualidade de vida para quem sempre desejou ali trabalhar e viver.

Embaixada de Israel incrementa suas ações de Relações Públicas

Na última quarta-feira, 20, pude rever o ex-aluno Leonardo Dalla, hoje assessor de imprensa da Embaixa de Israel. Juntamente com Denise Martins, Relações Públicas, Leo falou sobre os esforços empreendidos nos últimos anos pela Embaixada de Israel junto aos públicos de interesse, especialmente a imprensa, visando construir uma imagem favorável do país nas terras tupiniquins. Atuando dentro do conceito de Hasbara, que no Brasil estão traduzindo como “diplomacia pública”, ambos tem estabelecido contato permanente com a mídia tanto municiando-a com informações amplas sobre a realidade política israelense quanto promovendo outros aspectos, como a cultura. Leo citou, com exemplo, a vinda do grupo Voca People, que teve ampla divulgação das editorias de cultura de diversos veículos, bem como se apresentou em vários programas de TV. Leonardo e Denise se mostraram felizes na atividade diplomática e revelaram que há um campo, embora restrito, promissor para profissionais das diversas áreas da comunicação dentro de representações diplomáticas. É bom reencontrar alunos bem-sucedidos, mas melhor ainda é quando estes trazem importantes informações do mercado para quem ainda está freqüentando as cadeiras universitárias. Para quem desejar contato com assessoria de comunicação da Embaixada de Israel, o e-mail é hasbara@brasilia.mfa.gov.il

Supermercado Nocaute

Passeando por Santo Antônio do Descoberto, neste domingo, descobri um estabelecimento com o nome superoriginal: Supermercado Nocaute. O Slogan? “Nocauteando os preços altos”. Será que as estratégias de marketing deste varejista são agressivas?