Beiramar imóveis utiliza profissionais anônimos em pesquisa no Feirão da Caixa

Imagine a cena: uma pesquisadora de camisa branca, sem identificação, munida de questionário, lhe aborda, solicitando que responda a um conjunto de perguntas. Você pergunta de onde ela é e ouve: “Moro em Ceilândia!” Você esclarece que gostaria de saber não onde ela mora, mas, sim, qual empresa ou instituto de pesquisa ela representa. Ela desconversa e insiste em que você responda ao questionário. O que você acha disto? Esta situação ocorreu no Feirão da Casa Própria, realizado no último final de semana em Brasília. A história não termina por aí. Apesar de eu não ter respondido ao questionário, minha esposa respondeu, fornecendo, inclusive, o telefone de nossa residência. Já nesta segunda-feira, ela recebeu a ligação da Beiramar Imóveis (uma imobiliária em expansão no DF), lembrando-a de ter respondido à pesquisa e oferecendo-lhe apartamentos. Como ela informou que deseja casa, e não apartamentos, o profissional de telemarketing informou não dispor daquele tipo de produto e agradeceu a atenção. Você considera esta estratégia lícita? É possível que alguns profissionais de marketing até defendam a estratégia da pesquisa “anônima”. Para mim, isto é falta de respeito com o consumidor. Se eu fosse o gerente de marketing da empresa, teria me oposto à estratégia do anonimato. E você? O tema pode ter desdobramentos e estou aberto ao debate.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s