A hora e a vez do mídia

Em publicidade, designamos por mídia tanto o meio de veiculação publicitária quanto o profissional que planeja a inserção do conteúdo publicitário naquele meio. Pois não é que o momento está ótimo para quem é mídia? Um estudo íntitulado Conexão dos Mídias, do Ibope Mídia, entrevistou 85 profissionais atuantes na área durante o Maximídia e concluiu que eles estão entre os profissionais mais antenados com a modernidade. Além disso, a movimentação destes profissionais no mercado publicitário é grande, tal a demanda por agências e anunciantes por profissionais que entendam tanto de mídia tradicional quanto de mídias modernas, como as redes sociais, por exemplo. Antes visto como estratégicos por investir adequadamente a verba do cliente, o mídia agora é fundamental por entender as mídias que os clientes estão consumindo. Chegou a hora e a vez do mídia.

Anúncios

Por que acredito em anjo da guarda

Quando escrevi em 06/09/09 um texto despretensioso intitulado “Deus abençôa os professores”, não poderia imaginar que seria o post mais lido por meus poucos mas fiéis leitores.

Creio que muitos se identificaram com o texto, onde afirmo que Deus reserva o maior dos anjos da guarda para os mestres, pois deles dependem muitos alunos. Fiquei contente com a receptividade e gostaria de explicar por que acredito em anjo da guarda.

Sei que a fé é uma experiência pessoal e não quero converter ninguém ao catolicismo. Mas o fato é que em minha vida vivenciei diversas situações de perigo onde senti a presença de alguém especial me protegendo. Uma situação destas ocorreu em 1990, dois meses após nascer minha “filha do meio”. Estávamos eu, minha esposa e nosso bebê caminhando pela Avenida Comercial Norte de Taguatinga, quando parei em frente à loja Discodil. Chamou-me a atenção, na época, um belo aparelho de som que desejava. Parei por alguns segundos em frente ao aparelho, ainda na calçada. Rapidamente, minha esposa me puxou, apressada, dizendo que tínhamos muito o que caminhar ainda. Continuei a caminhada e dei alguns passos quando, já em frente a outra loja, ouço o som de uma freada forte.

Ao olhar para trás, vi um veículo Escort com duas passageiras entrar desgovernado na Discodil. Uma das passageiras chegou a ser atirada fora do carro, que causou grandes estragos no estabelecimento. Não entendi como o veículo foi parar ali. O susto foi grande, principalmente por saber que há poucos segundos atrás eu estava na trajetória daquele veículo. Naquele dia, convenci-me que um anjo da guarda nos protegia.

A partir daquele fato, passei a rezar diariamente por este protetor.

O que significa o carro para o brasileiro?

Em entrevista recente, Marcelo Ponzoni (foto), fundador e presidente da RAE,MP, uma das mais tradicionais agências de publicidade dedicadas ao varejo automotivo, resume: “O carro tem muitos significados e varia de pessoa para pessoa, mas é um bem extremamente desejado. Por ele, o brasileiro aceita perder dinheiro de dois em dois anos, por exemplo. Tem a ver com a imagem que a pessoa faz de si mesma ou quer passar para a sociedade., O carro está ligado ao ego, que precisa ser afagado. Está ligado à autoestima. E muitas vezes serve de escudo para quem se julga fragilizado em alguma esfera do desenvolvimento pessoal ou profissional. Fragilidade intelectual e relacional, por exemplo. O sujeito chega de carrão no restaurante e nem precisa falar nada, já estendem o tapete vermelho. Se chegar num fusquinha, vai precisar conversar direito com os guardadores, mostrar-se capaz, íntegro, simpático”. Você concorda?

Fábrica nacional de discos Blu-ray vai acelerar demanda pelo formato

Nesta terça-feira, 24/11, começou a ser produzida a primeira leva nacional de discos Blu-ray. Com investimentos de R$ 10 milhões em sua planta de Manaus, a Microservice é o primeiro fábricante do disco sucessor do DVD na América Latina. Diariamente, serão produzidos 400 mil discos por mês. Fabricante de CDs desde 1987 e de DVDs desde 1999, a empresa já conta com contratos com as grandes empresas de música e cinema, como Universal e Som Livre, para atender a demanda nacional, estimada em 1 milhão de Blu-rays em 2010. Como isso vai impactar o nosso mercado? O preço dos discos, hoje cerca de R$ 120,00, vai cair, provavelmente para R$ 50,00. Os lançamentos em DVD e Blu-ray passarão a ser simultâneos (hoje saem primeiro em DVD).  A variedade de filmes também aumentará. Com o fornecimento de fabricante nacional, a disponibilidade será permanente. Com mais títulos no mercado, aumento das vendas de TVs HD e o forte estímulo da Copa do Mundo, deve aumentar a demanda por tocadores de Blu-ray, o que vai baratear seu custo ao consumidor. Neste ano, eles ficaram abaixo dos R$ 1 mil pela primeira vez. Em 2010, ficarão ainda mais baratos. Meu palpite é de que estarão custando cerca de R$ 600,00 em julho do próximo ano. A aposta no formato é grande, embora, recentemente, a Pioneer tenha divulgado o desenvolvimento de um disco com armazenamento 16 vezes maior que o blu-ray.

Movimento Todos pela Educação se aproxima dos pais

O movimento Todos pela Educação inicia uma série de ações com o objetivo de conscientizar pais e mães da importância de participar ativamente da educação dos filhos. Quem assina a campanha é a agência Africa.  O foco sobre o papel da relação paternal no aprendizado está baseado em pesquisa. Segundo estudo feito em parceria com o Ibope e divulgado há duas semanas atrás, 11,7% da aprendizagem de um estudante advém do ambiente familiar. Apenas 30% vêm efetivamente da escola. Para estimular o engajamento, a assinatura dos anúncios é “Eu, você, todos pela educação”. O slogan será o mote da atuação da organização nos próximos quatro anos., Em 2010, a mensagem será direcionada aos eleitores.

Na TV, o comercial traz celebridades e desconhecidos falando sobre como o apoio da família é decisivo para uma formação educacional sólida. “É uma transição. A próxima campanha será só com anônimos. Começamos incorporando o lado humano dessas personalidades”, adianta Beto Ferreira, vice-presidente de responsabilidade social do Grupo ABC. Dentro do mesmo desafio de atrair a participação do público, a organização agora está presente também na internet, através de blog, canal no YouTube e perfis no Flickr, Orkut, Facebook e Twitter. Outra ação para chamar a atenção dos pais acontecerá na última rodada do Brasileirão: jogadores do Clube dos 13 entrarão em campo com a faixa do Todos pela Educação. (Fonte: Meio e Mensagem, 16/11/09)

Capilaridade é isto! Ou quase isto…

Em propaganda veiculada na TV, o Bradesco alardeia que é o primeiro banco nacional a cobrir todos os 5.500 municípios brasileiros. Seria, então, de se imaginar que há uma agência bancária do Banco Brasileiro de Descontos em cada cidade tupiniquim, não? De fato, o Bradesco, hoje, oferece uma capilaridade que envolve todos os municípios brasileiros, graças, principalmente, ao convênio com os Correios, que oferecem o serviço denominado Banco Postal. Utilizando a tecnologia bancária do Bradesco, uma pessoa pode abrir uma conta no Bradesco a partir da agência dos Correios em sua cidade. Em 2001, o Bradesco ofereceu R$200 milhões e arrematou o direito de exclusividade para utilizar a rede dos Correios para a difusão dos serviços básicos bancários, parceria que o Banco do Brasil já vinha namorando há muito tempo com aquela instituição. Desde então, o projeto se expandiu com rapidez. Até o final de junho passado, o Banco Postal já alcançava 897 municípios, o que proporcionou ao banco paulista complementar sua cobertura nacional.

Verdade quase absoluta

Sabe quando uma marca procura demonstrar sua grandiosidade junto à opinião pública através de uma verdade relativa? Pois é o que a Brahma faz em anúncio atualmente veiculado na TV. Em comercial que utiliza o craque Luís Fabiano, a Brahma informa ser a primeira marca brasileira, na história, a patrocinar a Copa do Mundo. De fato, a marca é uma dentre o portfólio da Anheuser-Busch/Inbev e estará nas placas publicitárias na África do Sul em 2010. Porém, a cerveja Brahma estará estampada apenas nos jogos da seleção brasileira. Em jogos de outras seleções, como a Argentina, por exemplo, a marca a ser utilizada será da Quilmes, marca portenha. Esta variação se dará em função de um acordo com a Fifa, que permitirá este rodízio de marcas de um mesmo patrocinador.

Instituto Ayrton Senna comemora 15 anos

Nos primeiros meses de 1994, Ayrton Senna confidenciou à sua irmã Viviane que gostaria de criar uma organização para ajudar crianças e adolescentes a desenvolver seus potenciais. Infelizmente, o fatídico dia 1º de maio daquele ano não deixou que o piloto testemunhasse a realização deste objetivo. Há 15 anos, em novembro de 1994, era criado o Instituto Ayrton Senna (IAS). Sob o comando de Viviane Senna, presidente do IAS, a entidade lutou para combater as causas dos males educacionais, como a reprovação, a distorção idade/série, o abandono e o baixo desempenho dos alunos. Os projetos transformaram a vida de 11.640.930 crianças e jovens, em 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, com 553.512 educadores capacitados. Desde 1994, foram investidos R$ 203.417.308 nos programas educacionais. “O trabalho com o Instituto está ótimo. Nosso trabalho visa dar a oportunidade que o Ayrton teve para que a criança desenvolva seus potenciais. O gerenciamento de todo o processo da educação é o fator predominante para o sucesso de crianças e jovens, desde que ocorra em quatro esferas: aprendizagem, ensino, rotina escolar e política educacional. Isso fez com que todos os nossos programas tivessem como um dos objetivos preparar equipes voltadas para a busca de resultados, com base em informações quantitativas e qualitativas de fácil acesso e uso”, diz Viviane Senna. Para ela, o Instituto é uma forma de propagar os valores que Ayrton Senna teve em sua vida às crianças. É dar a motivação necessárias para que surjam campeões, não no esporte, mas na vida. A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciências e a Cultura (Unesco) concedeu ao Instituto Ayrton Senna a Cátedra em Educação e Desenvolvimento Humano, reconhecendo-o e posicionando-o como uma referência mundial nessa área. Ele é a primeira organização não-governamental em todo o mundo a receber este título, normalmente concedido a Universidades e centros de excelência de conhecimento. (Fonte: Globoesporte.com)

Morre Herbert Richers

“Versão brasileira: Herberth Richers”. Quem não se lembra de ter ouvido esta frase em filme estrangeiros nas décadas de 80 e 90? Pois é. O produtor de cinema Herbert Richers, dono da empresa pioneira no ramo de dublagens no Brasil, morreu nesta sexta-feira (20), aos 86 anos, na Clínica São Vicente, Rio de Janeiro, depois de um ano de padecimento, com uma doença de rins. Richers dirigia um dos melhores estúdios de dublagem do mundo. Paulista de Araraquara, SP, fundou, em 1950, a distribuidora de filmes Herbert Richers S.A, que depois virou uma das pioneiras no ramo da dublagem no Brasil. A dublagem foi introduzida ao produtor em 1960 pelo amigo Walt Disney, como forma de resolver o problema das legendas, que eram quase ilegíveis para a tecnologia da época (televisão pequena, em preto e branco e sem definições). Inicialmente com cinejornais, a organização, aos poucos, começou a produzir e distribuir longas, como a comédia Sai de Baixo (1956). Nos anos 60, ela já produzia cerca de oito filmes por ano, a maior média de qualquer estúdio ou produtora da época. Com o desenvolvimento da televisão, Herbert Richers organizou um departamento de dublagem. Sua empresa também passou a lançar filmes nacionais, com destaque para O Assalto ao Trem Pagador (1962), Vidas Secas (1963) e Bonitinha, Mas Ordinária (1963).

Ogilvy cria Hopenhagen

Hopenhagen: promovendo a discussão sobre a Cop-15.

Em Dezembro ocorre a 15ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, a Cop-15, na cidade de Copenhague (Dinamarca). As ações verdes estão sendo intensificadas para promover a discussão sobre o aquecimento global e outras questões ecológicas. Entre els está o portal Hopenhagen, criado pela agência Ogilvy & Mather Worldwide, encomendada pela ONU e pela International Advertising Association (IAA). O movimento aproveita um trocadilho mediante a junção do termo hope (esperança, em inglês) e a cidade sede do encontro.

Blog de alunos da UCB resgata a história e curiosidades de Brasília

Em abril de 2010, Brasília completará 50 anos.  Pensando nisso, alunos da disciplina  Jornalismo e Convergência Digital – JCD lançaram a  “Caixa Preta – JCD”, produto final do semestre de 2009. O portal é multimídia, passou por teste num blog experimental e agora está no ar a menos de uma semana. O ambiente possui fotos e, em breve, terá um podcast e material de TV produzido com diferentes tipos de equipamentos, em sua maioria, alternativos/semi profissionais. Acesse e conheça!

   
               Endereço do blog:

Como surgiu o nome e a logomarca OPEN

Em 2007, ministrando a disciplina de Marketing Especializado, tomei contato com um evento dos professores Marina Laura e Luciano Paixão denominado Feira de Oportunidades e Negócios. Fiquei entusiasmado e associei-me a este projeto do curso de Administração, oferecendo o apoio promocional ao evento através de meus 28 alunos, os quais toparam na primeira hora. A providência inicial foi criar um nome mais curto para o evento. Propus a criação de um nome de fácil conexão com o significado da feira. Pensamos em FOPEN, mas a idéia não agradava. A aluna Stefânia propôs: “se tirar o F, fica OPEN, mais sonoro e significa aberto, igual abrir uma pequena empresa”. Pronto! Estava criado o nome da feira. Mas faltava a logomarca. O designer e aluno Daniel propôs-se a criar a logomarca e o manual de identificação visual. Sua idéia partiu da logomarca da própria UCB, que utiliza uma catedral como figura de propaganda. Simbolicamente, pode-se explicá-la afirmando que o O refere-se a Oportunidades, o N a Negócios e as letras PE a pequena empresa. Fechando a simbologia, dois arcos nas cores azul (sucesso) e vermelho (risco) representam as portas que se abrem a um empreendedor quando ele decide criar uma empresa. Que tal?

3ª OPEN começa hoje na UCB

LogoOpenCor

Chegou o grande dia! Começa, hoje, no Bloco central da Universidade Católica de Brasília, a terceira edição da OPEN – Feira de Oportunidades e Negócios. Organizados pelos professores Marina Laura, José Henrique e Edson Kondo, o evento do curso de Administração é um exercício prático dos alunos de Empreendedorismo. Nesta edição, 21 estandes apresentam empreendimentos que vão de lanches a lava-jato. Promovendo o evento, estará minha turma de Marketing Especializado, com ações promocionais, shows, gimmicks e uma série de surpresas que os alunos prepararam. O evento ocorrerá de 8 às 22 h, ininterruptamente. Segundo a professora Marina Laura, a idéia é realizar a OPEN todos os semestres. As edições anteriores do evento foram um verdadeiro sucesso. Se depender da animação dos alunos, desta vez não será diferente.

Zamzar: alternativa para converter arquivos

Zamzar é um programa gratuito que faz conversão de arquivos dos mais variados formatos para aquele que se adequar a sua necessidade. Ele não necessita de instalação e funciona diretamente da janela do navegador. Está disponível no idioma inglês e é uma versão Beta, e gratuita para testar, estando muitas de suas funções disponíveis apenas para usuários registrados. Para fazer a conversão, você pode selecionar tanto um arquivo já existente em seu computador quanto um vídeo que esteja hospedado na internet. Em seguida, selecione o formato para o qual você deseja que a conversão seja feita e escolha o e-mail para o qual esta deve ser enviada. Então, basta clicar no botão “Convert”. O programa fará a conversão de forma automática, não necessitando que você faça quaisquer configurações manuais. Os arquivos convertidos serão enviados para o e-mail cadastrado, e ficarão hospedados por um dia no endereço que é disponibilizado para que você faça o download deste para o seu computador. Você pode converter mais do que um arquivo ao mesmo tempo, renomear e excluir arquivos. O programa tem uma opção para armazenar e gerenciar os arquivos convertidos na própria página do programa. Em sua versão gratuita, o tamanho máximo permitido do arquivo para a conversão está limitado em 100 MB.