Pretexto para a deselegância

Posso parecer antiquado, mas sempre acreditei que os anfitriões de uma festa deveriam custeá-la. Nas poucas festas que já realizei em minha residênica, sempre custeamos o evento integralmente.

Apesar de festas entre jovens caracterizarem-se pela informalidade, e ser normal cada um levar “alguma coisinha”, sempre me incomodei com a atitude de certos pais que, ao fazer festa para o filho, pedem que os convidados tragam algo além de sua presença e do bem-vindo presente para o aniversariante.

Recentemente, minha filha caçula foi convidada para a festa de uma amiga. O detalhe: para entrar na festa dela haveria cobrança de ingresso: R$ 5,00. Minha filha foi a festa, mas não levou presente para a amiga.  Nesta semana, outra amiga dela, filha única e com pais abastados, convidou-a para seu aniversário, lembrando-a de que o ingresso para a festa custaria R$ 15,00.

Em alguns aniversários para os quais eu e minha esposa somos convidados, invariavelmente somos lembrados a levar “alguma coisinha”. Muitos anfitriões alegam que a crise não está facilitando a realização de festa.

Creio que isto é apenas um pretexto para a deselegância. E você, o que acha?

Um comentário sobre “Pretexto para a deselegância

  1. Bem professor, acho que não seja bem uma deselegância. Seria mais transformar festas particulares em eventos. Cobrir gastos e tudo mais. Ou não. uahsush. Ah, acho que vai da consciência de cada um =) se tiver show até que vale a pena pagar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s