Saraiva compra a Siciliano

Depois de uma negociação longa, que se arrastou por quase um ano, a Saraiva comprou a Siciliano, a maior rede de livrarias do país. Pagou 60 milhões de reais. São 63 lojas, em quatorze estados brasileiros – quase o dobro do número de lojas da Saraiva, que é dona de 36 lojas. Com a compra, a Saraiva passa a ter 20% do mercado livreiro do país.

Segundo dois grandes editores nacionais, a conseqüência boa do negócio é que a inadimplência da Siciliano com as editoras, de 13 milhões de reais, chega ao fim. O efeito ruim: o poder de fogo da Saraiva  sobre as editoras é agora o de uma bomba atômica. Além das livrarias, no pacote de venda estão as editoras Arx, Futura, Caramelo e Arxjovem, que faturaram 5 milhões de reais no ano passado. A rede de livrarias da Siciliano faturou 156 milhões de reais.

Há vários anos, a Siciliano vem passando por uma crise interna. Em 2000, a família Siciliano decidiu profissionalizar a empresa, que acumulava uma dívida nas alturas. Mas a tentativa naufragou – a família, na verdade, não conseguiu afastar-se totalmente e passou a brigar entre si, inclusive na Justiça. De um lado, estava Osvaldo Siciliano e um de seus filhos (detentores de 20% da empresa). Do outro, o resto da família.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s